Ficar em casa durante a quarentena, fazer todas as refeições do dia, e pedir um delivery quando não quer cozinhar, é um privilégio que, infelizmente, muitos não têm. Mas se for o seu caso, saiba que tem muitas maneiras de ajudar as pessoas mais vulneráveis em meio a pandemia.

A desigualdade social no Brasil é uma triste realidade da nossa nação, e sabemos disso. Porém, com a crise causada pelo coronavírus, a vulnerabilidade dessas pessoas se tornou ainda mais evidente.

Fechar os olhos para este cenário desolador é um ato desumano. Se a sua condição é confortável e você pode ajudar quem necessita, faça. O pouco para quem não tem nada é muito.

Além de ajudar quem faz parte do seu ciclo social, você também pode participar de ações solidárias, das quais consegue contribuir sem sair de casa. Veja como neste post.

15 ações solidárias para ajudar pessoas vulneráveis no combate ao coronavírus

Espaço Cultural CITA

O Espaço Cultural CITA se reuniu com diversos artistas e juntos, estão levantando fundos através de doações por transferência e também de uma rifa, para comprar e doar cestas básicas para famílias vulneráveis do Campo Limpo, Zona Sul de São Paulo.

O prazo para as doações e para o sorteio da rifa será dia 23 de maio. Entre os itens sorteados, estão artesanatos, livros, quadros e ilustrações.

Bem da Madrugada

O projeto social Bem da Madrugada é o maior coletivo de rua do Brasil. Para ajudar as pessoas nestas condições, durante a pandemia, eles criaram um site em que você compra os itens que gostaria de doar. Desta forma, o coletivo monta kits de alimentação e higiene para distribuir.

View this post on Instagram

Criamos um site para você que quer ajudar de alguma maneira. Temos 20 anos de experiência com a causa e estamos a quase 7 como organização. São mais de 250 ações só em SP e muitas outras por todo Brasil. Prestamos conta de absolutamente tudo com notas fiscais e relatório demonstrativo anual auditado. Somos milhares de voluntários engajados que vão semanalmente as ruas levar mais que kit de higiene, alimentos, água potável, café e cobertores. Levamos uma palavra de apoio, conseguimos um encaminhamento, suporte jurídico pró-bono, internações, reaproximação familiar e muito mais! Assim que essa pandemia passar, venha conhecer nosso trabalho! Totalmente gratuito e sem pré-requisitos pra participação. São todos bem-vindos pois não temos filiação política, nem ligação religiosa e muito menos objetivos financeiros. O link pra nossa loja on-line encontra-se em nossa Bio. Outras formas de ajudar, vem de DM/Inbox. Ajude-nos a continuar ajudando e faça a diferença na vida de uma pessoa. Mais do que nunca #somostodosmuitos Vem com a gente? ??? #bemdamadrugada #juntandogenteboa #ajudandoquemprecisa #poprua #acaosocial #bdm #fazerobemfazbem Marque alguém pra conhecer ??

A post shared by Projeto Social – BdM ? (@bem_da_madrugada) on

Fundo de Emergência para os Sem-Tetos Afetados pelo Coronavírus

O MTST – Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Teto, lançou uma vaquinha virtual para ajudar famílias periféricas. Além destas, pessoas em situação de rua também são auxiliadas. Em São Paulo, o movimento atua em parceria com o Padre Júlio Lancelotti.

O fundo arrecado é revertido em doações de alimentos, kits de higiene e limpeza, álcool gel e medicamentos. Até o momento deste post, a vaquinha estava em sua 5° etapa, com a meta de atingir R$ 1.000.000,00 em doações.

Renda Mínima Para os Catadores

Os catadores também foram brutalmente afetados pela pandemia do coronavírus. Por isso, o Cataki – APP que conecta geradores de resíduos à catadores de recicláveis – criou o financiamento coletivo Renda Mínima Para os Catadores.

Além disso, durante a crise sanitária, o aplicativo pode ser usado para fazer doações de dinheiro, alimentos e kits de higiene para os catadores.

Apoio Permanente Para Famílias Negras e Periféricas

A Uneafro Brasil organizou a vaquinha on-line para custear cestas básicas e itens de higiene para famílias carentes das periferias. Até sua 3° etapa, o financiamento conseguiu atender 4.575 famílias em diversas regiões de São Paulo e outros estados.

Apoio Permanente Para Famílias Negras e Periféricas

Fundo de Emergência para Pessoas Trans

A população trans brasileira já vive às margens da sociedade, e com a pandemia também fazem parte dos grupos mais afetados pela crise.

Com isso, a Casa Chama organizou a vaquinha para um fundo emergencial, que será revertida para compra de itens de necessidades básicas para pessoas trans, assistidas pela organização.

Além de cestas básicas, também serão comprados produtos de higiene pessoal e limpeza, álcool gel, medicamentos e máscaras protetoras.

View this post on Instagram

Vamos expandir nossa rede de apoio e nos fortalecer de maneira solidária para atravessar um momento tão difícil para as travestistransgêneres em situação de vulnerabilidade. Faça sua doação pela vaquinha  http://vaka.me/953272 (link na bio), pelo Paypal, pelo QR code da Casa Chama e pelo QR code da AME, que estão no post, ou diretamente pelo e-mail [email protected] Compartilhe nossa campanha e fique de olho nas nossas lives aqui no Instagram e no Facebook para saber mais sobre esta ação. #casachamapresente  #fortaleçaumapessoatrans  #casachamacovid  #casachamapsicosocial #casachamaaçãosocial  #açãosocial #laveasmãos #fiqueemcasa #staysafe #trans #comunidadetrans #quarentena #quarentenatrans #todesunides #forçatrans #rendabásica #dúvidas  #auxílioemergencial  #chamanalive #live #sabado #covid19 #coronavírus #informação

A post shared by Casa Chama (@casachama_org) on

Apoie os Povos Indígenas

A situação é extremamente grave para toda a sociedade, porém, se o vírus chegar em aldeias indígenas, pode ser devastador. Devido ao estilo de vida comunitário e falta de estruturas, os povos indígenas precisam de muita assistência.

Para isto, a APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, está arrecadando, através de vaquinha virtual, fundos para comprar itens de necessidades básicas e distribuir nas aldeias.

Apoie os Povos Indígenas

Ajude os Indígenas Guaranis

No Pico do Jaraguá, os povos indígenas Guarani já sofrem com poucos recursos. Devido a pandemia, não podem mais levantar verbas através das feiras que faziam.

Com isso, toda ajuda é bem-vinda! Eles arrecadam doações através da Bancada Ativista e com ajuda da Sophia Peres – entenda aqui. Você pode fazer a sua doação para a conta abaixo:

Nome: Sophia Lopes Peres
Banco: Nubank
Agência: 0001
C/C: 330840-5
CPF: 438.462.128-06

Aldeia Jaraguá

As Mulheres de Paraisópolis Pedem sua Ajuda

Através da vaquinha on-line a Associação Mulheres de Paraisópolis irá captar recursos para produção de marmitas, que serão distribuídas para as famílias da comunidade durante a quarentena.

Além das marmitas, as doações também darão apoio financeiro às mulheres que trabalham e são atendidas pelos empreendimento sociais Bistrô Mãos de Maria, Emprega Comunidades e Costurando Sonhos.

As Mulheres de Paraisópolis Pedem sua Ajuda

Adote uma Diarista

O Emprega Comunidades, já citado acima, lançou a campanha Adote uma Diarista, para assim ajudar as profissionais que foram dispensadas de seus serviços por conta da pandemia.

A campanha arrecada recursos através do eSolidar, para distribuir alimentos e itens de higiene e limpeza, além de um auxílio financeiro às famílias das diaristas.

#EuAlimentoAEsperança

A Gastromotiva tem uma rede de alunos e ex-alunos de gastronomia, chefs de cozinha e também empreendedores sociais. Juntos, irão servir comida aos mais vulneráveis e afetados pelo coronavírus.

Com o fundo levantado através da plataforma Kickante, irão organizar cozinhas solidárias, dentro da casa dos alunos e ex-alunos. Estes irão receber uma renda, insumos, treinamento e utensílios para poderem distribuir alimentação entre as pessoas desamparadas de suas comunidades.

Campanha para Compra de Equipamentos Hospitalares

A campanha para equipamentos hospitalares, organizada pela Comunitas, visa auxiliar a gestão pública no combate ao coronavírus.

Já foi atingida a primeira meta de doações para a compra de respiradores. Agora, a organização busca novas arrecadações para comprar monitores multiparâmetros para as UTIs do estado de São Paulo.

Você pode ajudar via depósito bancário na conta abaixo:

Comunitas Parcerias
CNPJ: 03.983.242/0001-30
Banco do Brasil – 001
AG: 1812-0
CC: 600.617-5

View this post on Instagram

???

A post shared by Comunitas (@comunitasbr) on

Quem Salva Vidas Também Precisa Viver

Esta campanha é do Hospital São Paulo para arrecadar fundo para custear EPIs, álcool gel e que mais for necessário para os profissionais da instituição trabalharem com segurança.

Os profissionais da saúde que estão na linha de frente no combate a pandemia, arriscam suas próprias vistas atendendo pessoas infectadas, sem proteção básica.

Contribua com a sua ajuda através do site do hospital.

Rangô SP

O Instituto Ibi de Agroecologia, em parceria com diversos restaurantes, organizou o projeto Rangô. Através de financiamento coletivo, eles compram alimento de famílias agrícolas, preparam marmitas e então distribuem para quem se encontra em situação de vulnerabilidade.

Social Skate no Combate a Covid-19

A Associação Social Skate atua com propostas de inclusão social, educacional e cultural de crianças e adolescentes carentes, por meio de atividades esportivas, de lazer e culturais.

Devido a pandemia, estão arrecadando recursos para compra de alimentos, além de itens de higiene e limpeza, para doar às famílias de comunidades de Calmon Viana – SP.

As doações podem ser feitas por depósito para a conta abaixo:

Associação Social Skate
CNPJ: 14479095/0001-82
Banco do Brasil
AG: 6708-3
C/C: 6812-8

Assim como as pessoas desamparadas estão sofrendo cruelmente com essa crise, abrigos de animais também precisam muito de ajuda. Se você quiser saber o que pode fazer por eles, confira o nosso texto com ONGs para você ajudar.

Por fim, você conhece alguma outra ação solidária? Comente aqui em baixo, podemos atualizar o post com a sua indicação. Não deixei também de compartilhar esta lista nas suas redes sociais e grupos de WhatsApp, afinal, juntos somos mais fortes.