Tudo começou em um rolé inesquecível no Bronx, nos anos 70. O hip hop é uma cultura que abrange o rap, o graffiti, a dança break e a discotecagem, e tudo isso estava reunido nessa festa que marcou história e deu origem ao movimento. Mas falando de música: você conhece os melhores álbuns do hip hop?

É inegável que a música foi o grande expoente do movimento e como resultado, verdadeiras obras-primas foram colocadas no mercado. Quer conhecer melhor as principais? Separamos os 5 melhores álbuns para você!

Os 5 melhores álbuns de hip hop que você precisa conhecer

1) Public Enemy – It Takes A Nation Of Millions To Hold Us Back (1987)

De Nova Iorque, esses caras chegaram à cultura hip hop com uma só intenção: falar o que ninguém queria ouvir. Flavor Flav e Chuck D tinham rimas poderosas, sempre com um forte viés político, que mexia num vespeiro perigoso, falando sobre a violência policial, a opressão ao povo negro e tudo de errado que acontecia nos Estados Unidos.

It Takes A Nation Of Millions To Hold Us Back

Musicalmente, o disco trouxe uma grande revolução, com diversidade, sem deixar de lado batidas fortes. O disco marcou e abriu caminho para os próximos artistas que quisessem usar o hip hop como instrumento de crítica social e política.

Não deixe de ouvir as faixas:

  • Bring The Noise (faixa 2)
  • Don’t Believe The Hype (faixa 3)

2) Run DMC – Run DMC (1984)

A estética inconfundível de seus membros Jam Master Jay, DJ Run e DMC era marcada pelas suas roupas, mas os caras tinham muito mais do que um estilo de se vestir bem definido. Eles foram a ponte principal do hip hop tradicional para o moderno.

Run DMC

As influências do funk americano e do jazz receberam batidas, dando origem a uma musicalidade única até então. O sucesso foi imenso e eles ganharam grande destaque na mídia mainstream, que na época não ligava muito para o gênero musical.

Não deixe de ouvir as faixas:

  • It’s Like That (faixa 6)
  • Sucker MC’s (faixa 5)

3) Eric B & Rakim – Paid in Full (1987)

Marcante. Se é possível descrever esse álbum em uma palavra, esse talvez seja o melhor termo. Eric B (DJ) e Rakim (MC) marcaram uma época com uma obra sagrada, produzida pela icônica produtora Def Jam Records.

Paid in Full

As batidas eram pesadas, trabalhadas para fazer as rimas fluentes de Rakim ganharem destaque. A produção era bastante moderna e chamou muita atenção na época. O álbum falava muito sobre as ruas, o dinheiro e o dia a dia de um jovem nova-iorquino.

Não deixe de ouvir as faixas:

  • Paid in Full (faixa 6)
  • Eric B is President (faixa 9)

4) N.W.A. – Straight Outta Compton (1988)

O crime, as drogas e a relação com a polícia. O N.W.A. praticamente deu o pontapé inicial ao Gangsta Rap, vertente que fala sobre a criminalidade e a violência. Os caras eram de Compton, bairro mais violento de Los Angeles, Califórnia.

Straight Outta Compton

Mc Ren, Ice Cube, Dr. Dre e Eazy E não tinha medo de mandar a real em rimas agressivas, violentas e sobre batidas envolventes que faziam a galera pirar. O grupo é tão emblemático que ganhou até um filme, que leva o nome do álbum.

Não deixe de ouvir as faixas:

  • Straight Outta Compton (faixa 1)
  • Fuck The Police (faixa 2)

5) Nas – Illmatic (1994)

Anos 90, época em que o hip hop oferecia monstros de todos os lados. De Nova Iorque veio Illmatic, obra histórica e icônica de Nas, um jovem que queria expressar como era o dia a dia em uma das cidades mais emblemáticas do mundo.

O álbum é quase um livro, que conta com “samples” ricos e uma sonoridade diversificada, sem deixar cair a batida seca e pesada do hip hop. Illmatic é uma história em que Nas rima sobre como é o cotidiano de um jovem do gueto de Nova Iorque, que tem sonhos grandes e um talento imensurável. Disco histórico!

Não deixe de ouvir as faixas:

  • The World is Yours (faixa 4)
  • NY State of Mind (faixa 2)

Os álbuns mais influentes do hip hop são um prato cheio para quem curte o gênero. Se essa é a sua, não deixe de dar play nessas verdadeiras obras-primas.

Aproveitando o assunto, mas diversificando um pouco, dê uma olhada em 5 músicas que não podem faltar na sua playlist!