Tem poucas coisas tão ganha-ganha como consumir cervejas locais: de um lado, o consumidor tem acesso a novos paladares; do outro, a economia da região como um todo é movimentada graças à rede que une produtores, fornecedores e vendedores. Com o boom da cerveja artesanal, não faltou gente que se sentiu animada para empreender e apostar no próprio rótulo. Listamos, aqui, algumas das muitas opções de cerveja artesanal no Rio de Janeiro.

5 marcas de cerveja artesanal no Rio de Janeiro que você precisa conhecer:

Hocus Pocus

Criada por Pedro Butelli e Vinicius Kfuri, a Hocus Pocus começou como um hobby de dois amigos apaixonados por cerveja para se tornar um dos selos artesanais mais queridos do Rio, com direito a um próprio bar em Botafogo, o Hocus Pocus DNA (que também acolhe outras marcas). Com rótulos e nomes inspirados no rock psicodélico e progressivo, a Hocus Pocus faz jus às suas referências e investe na experimentação.

2cabeças

A post shared by 2cabeças (@2cabecas) on

Os cervejeiros Bernardo Couto e Maíra Kimura foram outros que foram pegos de surpresa pelo sucesso de suas invenções. Fundada em 2011, a 2cabeças rapidamente conquistou espaço no Rio, e agora pode ser comprada com facilidade em São Paulo e Minas. Na linha fixa, há rótulos como a Maracujipa (refrescante e, adivinhe, com toque de maracujá) e a HI5, uma mistura de American IPA com Stout.

Praya

Sereyas reunidas para uma quinta-feira de encantos. #cervejapraya #cervejaartesanal #craftbeer #praya

A post shared by Cerveja Praya ® (@cervejapraya) on

A Praya não é só uma cerveja que está na moda: é uma cerveja com a própria linha de roupas, com direito a saias, casacos, maiôs, bonés e até guarda-sol. Faz sentido para o rótulo, que também já lançou uma cerveja em parceria com a Farm. Seja como for, a Praya é uma witbier puro malte que combina perfeitamente com o clima do Rio de Janeiro.

Noi

Aquela passadinha no Noi Búzios para garantir pro final de semana!

A post shared by Noi Cervejaria Artesanal ? (@cervejanoi) on

Com fábrica em Niterói, a Noi surgiu primeiro como um restaurante que tinha suas próprias cervejas artesanais. Fundada por uma família que tem suas origens no interior gaúcho, a Noi abriu sua fábrica em 2011 e desde então tem conquistado mercado. Entre as criações premiadas, há a Bárbara, cerveja com sete tipos de malte e envelhecida em vinho do porto, e a Cioccolato, uma imperial russian stout com toques de baunilha.

Ranz Bier

Localizado na serra fluminense, o município de Nova Friburgo despertou nos útimos anos para a sua vocação cervejeira. Um dos rótulos mais queridos da cidade é a Ranz Bier. A cervejaria física fica no distrito de Lumiar, conhecido por suas pousadas. Já o nome da marca é uma abreviação do sobrenome do seu proprietário, o engenheiro Gustavo Ranzato. Uma das últimas criações do mestre cervejeiro foi a Dupla Face, uma doppelbock que comemora os 200 anos de Friburgo.

E aí, ficou com água na boca? Tem alguma cerveja artesanal no Rio de Janeiro pra indicar? Conta pra gente nos comentários!