Será que a moda streetwear está morrendo? Esse questionamento por muito tempo ecoou na cabeça de gente ligada à moda, tendo em vista que cada vez mais as grandes grifes de alta costura cresciam, especialmente com a nova visão de mercado que preza por colocar suas criações no cotidiano urbano.

Essa tendência resultou em anos de baixa para as grandes marcas da streetwear, que tentou se reinventar até que, com muito esforço e criatividade, ressurgiu com estratégias inteligentes e se recolocou no mercado.

Se você ainda duvida, chegou a hora de ter certeza! Este post mostrará que a streetwear está mais viva do que nunca. Confira!

O nascimento da streetwear

Historicamente, é possível contextualizar a streetwear nascendo no final dos anos 70 e início dos anos 80, na Califórnia. Nesse momento, os surfistas estavam se manifestando artisticamente e uma dessas manifestações era por meio da criação de roupas que representassem seu estilo de vida.

Streetwear marca Stussy

Um dos pioneiros nesse gênero foi Shawn Stussy, que criou a Stussy, marca que até hoje é um dos big players do mercado de estilo das ruas. Suas inspirações foram além do surf e levaram a estética costeira da Califórnia e a recém descoberta paixão pelo skate para as peças de roupas e acessórios. A marca foi, inclusive, a criadora do termo streetwear.

A chegada a Nova Iorque

O grande momento da streetwear aconteceu quando as primeiras marcas começaram a surgir em Nova Iorque. A cidade mais descolada do mundo tinha um feeling natural para desenvolver o que os garotos e as meninas criados nas ruas precisavam: camisas e calças confortáveis, bonés, gorros e tênis estilosos.

Streetwear marca Staple

Na década de 90, o grande boom da streetwear trouxe à tona marcas como Staple, Alife e a aclamada Supreme. Em Los Angeles, as coisas também iam muito bem com a criação da Diamond, Undefeated, The Hundreds e X-Large.

Streetwear marca Alife

O avanço foi natural, as colaborações surgiram, as marcas cresceram e a streetwear entrou nos anos 2000 com força total. Apesar da perda de espaço para a alta costura por volta de 2012 até 2015, o segmento soube se posicionar e recuperar seu lugar no mercado. Mas e hoje, será que a streetwear está morrendo?

Streetwear marca Supreme

O novo posicionamento da streetwear

Para retomar seu espaço, a streetwear precisou deixar um pouco de lado a rigidez da raiz do estilo e ouviu mais as demandas, não só de quem se identifica com esse estilo, mas também dos consumidores de moda.

Foi quando as marcas entenderam a necessidade e o fato de que elas não são mais apenas de jovens skatistas, rappers, grafiteiros e afins, que conseguiram voltar ao gosto do público.

A proximidade das gigantes da streetwear com as marcas de alta costura foi o ponto de virada. Colaborações que resultaram em peças menos “adolescentes”, com uma abordagem mais elegante, em cores sóbrias, mas sem perder a praticidade e a informalidade das ruas, foram um sucesso.

Streetwear marca Gosha Rubchinskiy

A abordagem mais atlética e o espaço para que novas marcas chegassem foi muito importante. Essa nova ideia fez com que a Europa se desenvolvesse para o mercado, lançando marcas relevantes como Gosha Rubchinskiy e Vetements, que trouxeram a estética de grifes com pegada esportiva.

Streetwear marca Vetements

A nova estética

A nova abordagem da streetwear abriu espaço para peças com tons mais formais, em mescla com itens característicos de moda de rua. As peças de alfaiataria, como as calças, são constantemente vistas com tênis esportivos e de skate, combinados com meias em tons escuros.

Os elegantes sobretudos e as jaquetas também fazem a cabeça dos amantes da moda urbana, trazendo mais sobriedade e beleza aos visuais da galera que curte um visual menos formal.

Os acessórios são parte fundamental nesse jogo! Os bonés sempre têm espaço, especialmente com os dad hats, que têm se tornado febre por conta de seu visual bastante versátil.

Se alguém perguntar se a streetwear está morrendo, você já sabe o que responder: está mais viva do que nunca, entendendo as necessidades do perfil de consumo atual!

Gostou deste conteúdo? Entre em contato conosco e conheça melhor nossa loja virtual. Lá você encontra tudo que busca para o seu estilo!

Você também vai gostar: