Foi-se o tempo em que só dava caipirinha nos bares do Rio de Janeiro. Embora ainda fique atrás de São Paulo, a capital fluminense tem cada vez mais opções de casas que levam a mixologia a sério, com profissionais gabaritados, cheios de talento. Portanto, se você é carioca ou está de passagem pela cidade maravilhosa e adora ser surpreendido, precisa conferir a nossa lista de bares para tomar drinques no Rio de Janeiro.

5 lugares para tomar um drinque memorável no Rio de Janeiro

1) Julieta Bar

Anteriormente chamado de Paris Bar, o Julieta Bar fica na Casa de Julieta de Serpa, na Praia de Flamengo. O centro cultural fica em um prédio histórico dos anos 20, cheio de charme à moda antiga. A mudança recente de nome e a saída do estrelado barman Alex Mesquita (eleito três vezes o melhor da cidade) não mudaram o perfil do bar. Agora comandado por Daniel Milão, o Julieta continua a investir em coquetelaria de vanguarda.

Com decoração clássica e clima intimista, o Julieta Bar funciona das quartas aos sábados. Um dos destaques da casa é o drinque Milano (Vodka Ketel One, limão siciliano, tangerina, Maple Syrup e geleia de pimenta vermelha).

2) SubAstor

Nascido em São Paulo, o SubAstor também tem uma versão carioca. A grande diferença, contudo, é a localização: ao invés de ficar no porão, o charmoso bar ocupa um dos endereços mais cobiçados do Rio, a Vieira Souto, em Ipanema. A carta de drinques é assinada pelo premiado Fabio la Pietra, que retornou recentemente à casa que fez sua fama após um breve hiato.

Entre os drinques mais queridos da casa, está o Ziggy Sour (London Dry Gin, cítricos, vermouth seco, orgeat e bitter), que faz homenagem ao alter ego de David Bowie.

3) Caverna

Localizado em Botafogo (onde mais?) o Caverna é o lugar onde os drinques e o rock se encontram. Sucesso desde a sua inauguração em 2014, o gastrobar tem uma das trilhas sonoras mais inspiradas do Rio, além de comidinhas gourmet. A coquetelaria, comandada pelo jovem Miguel Paes, não deixa por menos. Um toque à parte são os copos inusitados, em formato de caveira ou em frasco de Erlenmeyer (usado para servir o drinque Heisenberg, que faz referência à série “Breaking Bad”).

Um dos sucessos do Caverna, aliás, se chama Plata o Plomo. Leva borda de sal de alecrim, grapefruit, triple sec, vodka e gotas de água de rosas.

4) Meza Bar

Se você pensa que o Humaitá é um bairro de passagem, precisa conhecer o Meza Bar. Um dos mais premiados do Rio de Janeiro, o Meza é certamente também um dos gastrobares mais cosmopolitas da capital fluminense. A decoração moderninha é o cenário perfeito para as experimentações na coquetelaria. Para acompanhar, a casa oferece os famosos “potinhos”, com pratos finos servidos em porções pequenas.

Quem for ao Meza Bar não pode deixar de experimentar o spicy mojito, releitura do clássico drinque à base de um com adição de xarope de pimenta.

5) Bar dos Descasados

Nosso passeio pelos bares do Rio não poderia terminar em lugar melhor. O bar do Hotel Santa Teresa concilia elegância com descontração do jeito que só os cariocas conseguem. O novo barman é o talentoso Renato Tavares, que criou para o Bar dos Descasados drinques que homenageiam hóspedes famosos do hotel, como Amy Winehouse e Snoop Dogg.

Um dos drinques imperdíveis (e certamente um dos mais criativos) é o Cine Santa, que tem Vodka Ketel One infusionada com pipoca, licor Frangélico e sour mix.

Gostou das opções? Já conhece algum dos bares? Tem algum outro lugar para recomendar? Não perca tempo e dê a sua contribuição nos comentários abaixo. Nós vamos adorar conhecer um lugar novo!