Está se tornando cada vez mais discutida (e recomendada!) dietas naturais caseiras para cachorros e gatos, que podem ser preparadas por você mesmo, com ingredientes frescos e modos de preparo supersaudáveis para os pets. Saiba um pouco mais sobre os malefícios das rações comuns e conheça 6 benefícios da alimentação natural caseira para cachorros e gatos.

O assunto está tão em alta, que um empresário levou o seu empreendimento para receber um investimento no programa Shark Tank, da Sony. A empresa Chef Bob, do Rio de Janeiro, foi apresentada em um dos episódios da série, que mostra empreendedores que pretendem alavancar seu negócio recebendo um aporte financeiro de algum dos empresários que participam do programa.

Não confunda restos de alimentos seus com alimentação natural caseira para seu pet

Os médicos veterinários são unânimes em dizer: não dê restos de alimentos seus para seus animais. Você sabe por quê? A verdade é que a recomendação pouco tem a ver com os alimentos em si, mas com sua forma de processamento e preparo.

Quando você prepara uma refeição para você mesmo, não tempera com cebola, sal, pimenta e mais uma série de especiarias? Voltando ao histórico de todo nosso processo evolutivo, o corpo humano desenvolveu uma resistência enorme a uma infinidade de alimentos. Suportamos uma carga de sódio e glicose muito maior do que outras espécies. Não que o excesso não nos cause mal, apenas toleramos mais. Se você der para seu cachorro a mesma quantidade diária que você ingere de sódio, a saúde dele se deteriorará em muito menos tempo do que deveria (considerando que já vivem menos que nós, é um crime sem tamanho não se preocupar com o que comem).

Na natureza, cães e gatos comiam o que caçavam, por isso o organismo deles não se preparou para, hoje, processar vários tipos de alimentos. Massas fermentadas, por exemplo, podem causar desconforto intestinal (os famigerados gases) e como você vai saber que seu bichinho está com dor? Enquanto você toma um remédio e resolve facilmente, seu cão pode ficar horas com dor, sem contar a ninguém.

Além disso, existem alimentos que o organismo dos animais realmente não consegue digerir sem riscos. Uvas, por exemplo, podem causar danos ao sistema renal. Sementes de maçã são tóxicas, assim como outras frutas cítricas. A teobromina, encontrada nos chocolates, pode causar intoxicação alimentar grave (sim, com risco de morte). A cebola e o alho, tão usada nas nossas receitas, contêm uma substância que pode causar a destruição dos glóbulos vermelhos, além de urina com sangue e icterícia.

Mas como, então, a alimentação natural caseira pode ser positiva para os animais?

Antes de ver os benefícios da alimentação natural caseira para cachorros e gatos, vamos deixar claro dois itens essenciais para que ela seja positiva para seu pet:

a) Dietas caseiras para animais não podem conter qualquer um dos alimentos impróprios para cachorros e gatos;
b) Dietas caseiras para animais devem ter acompanhamento veterinário.

Alguns alimentos que cães e gatos NUNCA devem ingerir:

  • Chocolate, derivados do cacau e doces no geral
  • Frutas cítricas
  • Uva e uvas passas
  • Abacate
  • Semente de maçã
  • Tomate
  • Batata
  • Cebola
  • Alho
  • Frituras
  • Alimentos processados
  • Massas fermentadas (especialmente antes de assar)
  • Leite e derivados do leite
  • Café e chá preto

Frutas que meu PET pode comer

Se quiser saber o porquê desses alimentos causarem riscos ao seu pet, clique aqui.

Ração industrializada não é melhor do que alimentação natural caseira?

Olha, depende. Depende do seu cão, da qualidade da ração e do que seu médico veterinário falar (sempre leve a opinião dele como verdade, muito mais do que artigos da internet). Porém, a ração seca industrializada foi tão processada que quase deixou de ser comida. A maioria contém teores de amido altos demais e proteína de menos. Não é a toa que existem tantos pets que, mesmo só comendo ração seca, estão acima do peso.

Existe até um documentário muito interessante na Netflix, chamado Pet FOOleD, que mostra muito bem a realidade dentro das portas das indústrias de ração seca:

O trailer está em inglês, mas o documentário já está disponível com legendas em português.

6 benefícios da alimentação natural caseira para cachorros e gatos

1) Não tem aditivos ou conservantes

Se esses “trem” são ruins até pra gente, imagine para os bichinhos. A alimentação natural não leva conservante ou aditivos algum, devendo ser feita com ingredientes fresquinhos, conservados no congelador da maneira correta. O organismo agradece!

2) Saúde e vitalidade

A alimentação natural é fresca, rica em proteína, tem muito menos amido do que as rações secas e, consequentemente, menos risco do seu bichinho ficar com sobrepeso. Só nisso você já economiza preocupações com o colesterol, níveis de glicose e problemas nas articulações. Certamente perceberá um pelo mais brilhante, dentes mais fortes e muito mais disposição para brincar.

3) Sistema imunológico difícil de abalar

Recentemente, foi apresentado na 14ª edição do Clinical Nutrition & Research Symposium do American Academy of Veterinary Nutrition (AAVN) um trabalho sobre alimentação natural para cães. Pesquisadores de Pomona (Califórnia) revelaram os resultados de cães após 1 ano da implementação de alimentação natural levemente cozida.

Além de manterem os padrões de saúde que mantinham com a ração seca, a contagem de anticorpos (globulinas) e células de defesa (leucócitos) aumentou, junto com os níveis de hemoglobina (relação com a oxigenação sanguínea).

Ou seja, além da alimentação saudável não ter mostrado desvantagens em comparação à ração seca, ainda deu uma bela potencializada no sistema imunológico!

4) Hidratação

Todos os três tipos de dieta caseira (cozida, crua com ossos ou crua sem ossos, como mostraremos mais adiante) já contêm um teor de água muito maior do que a ração seca, o que proporciona uma melhor digestão e ainda evita problemas renais/urinários (especialmente em gatos, que costumam ingerir menos água).

5) Melhora nas fezes

Qual tutor de animal não agradece por fezes secas e com menos cheiro, não é? Como os pets digerem melhor a alimentação natural e absorvem mais os nutrientes, você limpará o jornal ou a caixa de areia com mais facilidade (com muito menos daquelas surpresas moles ou muito mal cheirosas que dá vontade de sair correndo).

6) Uma melhor relação entre seu pet, você e até seus próprios hábitos

Acha que seu cachorro ou gato não reconhecerá a dedicação colocada na comidinha dele? Animais são sensitivos e substituem a ausência de palavras por sentimentos, certamente saberão converter seu esforço em gratidão e carinho. Além do mais, você se sentirá realizado em ver que a felicidade e a saúde do seu animal aumentaram graças ao seu senso de responsabilidade.

via GIPHY

Vendo a melhora dele, quem sabe você não começa a repensar sua própria alimentação? Aproveite o embalo para preparar refeições mais saudáveis e menos industrializadas no jantar.

Os três tipos de alimentação natural para cães e gatos

Alimentação Natural Cozida

Baseia-se em receitas balanceadas de alimentos cozidos, bom para os tutores que têm medo de oferecer carnes cruas para os pets (por causa dos parasitas). Em geral, são compostas por carne (frango, cordeiro, bovina), arroz e legumes, como cenoura. Podem ser levemente temperadas com sal.

Alimentação Natural Crua com Ossos

É a preferida entre os pesquisadores, entusiastas da Alimentação Natural e preguiçosos. Como não precisa cozinhar, leva muito menos tempo para preparar e arrisco dizer que até os pets gostam mais, porque é a que mais se aproxima da natureza deles. Os ossos ainda são ótimas fontes de cálcio e ajudam na saúde dos dentes.

Tanto esta dieta quanto a crua sem ossos é composta por carnes, vísceras e ovos de diferentes tipos, além de alguns legumes crus.

Alimentação Natural Crua sem Ossos

Nem sempre é fácil encontrar ossos carnudos e de qualidade, além de algumas pessoas temerem dar ossos crus aos animais. Sem problemas, porque também é possível estabelecer uma dieta natural crua sem ossos.

Você pode saber mais sobre os três tipos de alimentação natural clicando aqui se tiver um cachorro e aqui se tiver um gato.

IMPORTANTE: algumas dessas dietas não são recomendadas para casos específicos, como cães diabéticos, hepáticos ou debilitados por qualquer motivo. É SEMPRE NECESSÁRIO PERGUNTAR A UM MÉDICO VETERINÁRIO. E tenho dito.

As dificuldades da alimentação natural caseira para cachorros e gatos

Bom, nem tudo é perfeito, certo? Tudo que é muito bom tem sempre um lado ruim e, neste caso, pra mim, o maior é o tempo/trabalho/dedicação que a alimentação natural exige.

Antes de tudo, você vai precisar investir numa balança. Numa dieta balanceada (balanceada = balança, pegou senhora?) a quantidade de cada alimento incorporado na receita deve ser exatamente a recomendada. Tem que tomar muito cuidado para não colocar arroz demais ou carne de menos. O Prof. Dr. Aulus Cavalieri Carciofi, da Universidade Estadual Paulista, disponibilizou um artigo muito completo sobre dietas caseiras para cães e gatos. Clique aqui para ler e entender a complexidade da nutrição (correta) do seu bichinho.

Depois, tem o modo de preparo ideal, que deve ser seguido certinho conforme o veterinário ensinou. O ideal é misturar todos os ingredientes cozidos, porque só o uso de cenoura crua, por exemplo, já alteraria a quantidade de nutrientes da receita. Aí precisa cozinhar o arroz separado, os legumes separados, com a pitada de sal igualzinha à pitada que o médico mandou.

No caso da alimentação natural crua, você tem menos trabalho, mas haja espaço no freezer. A única maneira segura de armazenar todos os alimentos crus que você comprou é no congelador mesmo. Você pode ir comprando aos pouquinhos, mas aí teria o trabalho de ir frequentemente ao açougue.

Sem dúvida é trabalhoso, mas pense na felicidade do seu animalzinho. Já parou pra imaginar a carinha ao seu lado enquanto cozinha, sentindo todos aqueles cheiros de comida de verdade, você sabendo que ao invés de “não” ele vai ouvir “pode comer tudo”?

Existe uma variedade enooooorme de receitas de alimentação natural caseira para pets na internet. Recomendo muito o site Cachorro Verde, que é dedicado exclusivamente a isso e tem um vasto conteúdo de receitas e dicas sobre todos os tipos de alimentação natural:

Alimentação Natural Cozida para cães;
Alimentação Natural Crua com Ossos para cães;
Alimentação Natural Crua sem Ossos para cães;
Alimentação Natural Crua com Ossos para gatos;
Alimentação Natural Crua sem Ossos para gatos;
Alimentação Natural Cozida para gatos;

Vale muito conhecer e conversar com o médico veterinário da sua confiança!

Quem sabe você não descobre que você também é mais feliz vendo seu bichinho comendo comida “de verdade”? 😉

Se empolgou com a ideia de uma dieta melhor para seu bichinho? Acha muito trabalhoso? Já implementou a alimentação natural na sua casa? Conhece alguém que implementou e deu certo? Conte aqui pra gente!

Gosta de animais? Dá uma olhada neste artigo aqui: marcas de calçados e acessórios sustentáveis vegan ou ecofriendly.