Nós lutamos tanto contra o preconceito no dia a dia que, às vezes, deixamos de olhar para perto e perceber quantos preconceitos vivemos no dia a dia. Veja aqui alguns motivos (e dicas) para você se tornar um dos corajosos homens de saia por uma moda sem preconceitos.

Como surgiram as saias?

Culturalmente, essa peça sempre pertenceu à moda feminina, mas na pré-história todos usavam saias. Os homens foram os primeiros a usar, amarrando a pele das caças em torno da cintura. Não existia costura, conceito de beleza ou diferença entre “roupa para homem” e “roupa para mulher”, isso surgiu muito mais tarde.

No século XII, as saias passaram a ser usadas apenas pelas mulheres, que se vestiam para conquistar os homens. Corpetes e saias volumosas, longas, evidenciando o quadril, passavam uma ideia de fertilidade. Quanto maior a saia em comparação à cintura, mais desejada a mulher seria. Fora a questão do status e do poder aquisitivo.

Só lá pelo século XX as saias ganharam novas modelagens, como a saia mídi lançada pela Chanel. No pós-guerra, a Dior inovou com os modelos balonê, lápis e rodado. E aí já sabe, né? Foi mudando até chegar na infinidade de modelos que temos hoje.

A única coisa que ainda não mudou foi a associação com o gênero, mas as novas gerações estão querendo quebrar esse padrão.

Tipos de Saia

Qual a diferença entre saia e kilt?

O kilt surgiu no século XIV e a origem da palavra significa “prender uma roupa ao corpo”. Ou seja, o kilt não era bem uma peça de roupa, mas um acessório. Como era impermeável e quentinho, protegia da chuva e do frio.

Agora olha que louco: o kilt, originalmente, nem era escocês. Os galeses que migraram da Irlanda para o norte e oeste da Escócia já usavam antes. Como a peça se adaptou muito bem ao clima da região, foi adotado pelos escoceses também.

O kilt como conhecemos hoje, usado como saia, foi uma moda lançada na Escócia só no século XVIII. A modelagem é bem específica: pregueado atrás, transpassado na frente, com comprimento da cintura até os joelhos.

Sim, eu sei que parece uma saia, mas é melhor não chamar kilt de saia na frente de um escocês.

Moda sem Preconceito

Homens de saia por uma moda sem preconceitos

O kilt faz parte do guarda-roupa de escoceses e também de quem se identifica com o estilo punk, mas deixou de ser a única opção masculina livre nas pernas há algum tempo.

Como já falamos em vários posts, as novas gerações estão sedentas por novidades, cansadas de padrões que só serviam aos nossos pais e avós. Com isso, a moda está vendo a necessidade de se reinventar e ultrapassar limites. Um desses limites é a moda agender, ou genderless, que também já falamos aqui.

Mulheres têm mesmo que usar roupas ajustadas e acinturadas? Homens não devem usar saias? Não mesmo? Eu não sei vocês, mas eu adoro esse caimento, independente de quem vista.

Genderless

Dicas para escolher sua saia

Saia lápis, mídi, evasê, longas… será que existe uma escolha mais acertada para homens? Ora, se o papo aqui é MODA SEM PRECONCEITOS, é claro que não.

A primeira coisa que você deve ter em mente na hora de comprar uma saia (ou mandar fazer) é o seu estilo e o que cai bem no seu corpo. Você sempre em primeiro lugar, lembra?

Se você ama moda urbana, a saia é uma peça coringa para acompanhar sua rotina, por ser leve, fresca, não impedir movimentos e ser muito confortável. Além de você poder brincar com cores e estampa, outra característica do estilo urbano.

Agender

O que está muito em alta para os homens é a composição de saia + calça skinny. Outras combinações menos comuns, mas que ficam incríveis, são saias com meia-calça ou legging. O resultado é ousado, inusitado e encaixa tanto com a moda street ou com looks mais sociais (porém, ainda descolados).

Saia + Calça para Homens

[easy-tweet tweet=”Homens de saia por uma moda sem preconceitos são o futuro! Saiba como usar a peça:”]

As saias evasês, bem soltas e abaixo do joelho, caem muito bem com camisetas largas e composições com muitos tecidos. Jaquetas longas, echarpes, camisas amarradas na cintura… até com poncho fica incrível!

Saias evasês para homens

Para ocasiões sociais, saias evasês com tecido leve funcionam. Porém, se não quiser um look “feminino” demais, uma saia reta de tecido social é a aposta certa. Fica elegante se combinar com bota, blazer ou sobretudo.

Saia Reta para Homens

Ah, uma dica: em ambientes formais, talvez seja melhor não abrir mão da calça, meia ou legging por baixo. As pernas livres remetem a um clima de conforto, relaxamento, que pode ser visto como “desleixo”. Você é quem vai decidir de acordo com cada ocasião!

E se eu não achar a saia certa?

No Brasil, ainda é difícil encontrar saias pensadas para o corpo masculino. Dependendo da modelagem, você pode encontrar nas sessões femininas (já que a maioria das lojas ainda se divide em categorias). Será muito mais fácil achar uma saia longa com elástico o que uma saia reta, por exemplo.

Saia pensada para homens

Se estiver com muita dificuldade de encontrar uma saia que você goste, não exite em pesquisar o modelo ideal e mandar fazer. O mais bacana disso é que você pode inovar nas estampas e texturas. Se não se atrai por tecidos leves, existem várias opções mais “grosseiras” perfeitas para looks masculinos.

Outra vantagem de encomendar sua saia é poder brincar com as modelagens. Saias assimétricas são tendência para qualquer gênero!

Viu como não precisa ser um desafio usar saias? Todos esses looks têm um ótimo caimento e combinam com perfeição. Isso sem contar o melhor de tudo: deixam bem claro a personalidade marcante de cada um dos caras.

[easy-tweet tweet=”Homens de saia por uma moda sem preconceitos: veja como ser um deles!”]

Gostou das ideias? O que você acha de homens de saia? Se inspirou nos looks? Já tem ou usou alguma saia? Se você fosse usar uma saia, qual modelo usaria? Acha que a tendência vai se tornar nosso futuro? Queremos saber o que você pensa sobre o tema aqui nos comentários!

Você também poderá gostar de: Estilo Viking – conheça o scandi style e suas referências na moda