Algumas marcas de streetwear fizeram uma grande revolução na cena e três delas passaram pelas mãos de Nigo, um dos grandes expoentes dessa vertente da moda. O japonês multifacetado tem um papel muito importante para uma época fundamental do streetwear, com uma colaboração emblemática.

Durante seu tempo de envolvimento com esse mercado, Nigo esteve à frente da Bape, da Human Made e da Billionaire Boys Club. Você vai conhecer neste post um pouco mais sobre cada uma dessas marcas, e como ele deixou sua marca nelas e na história do streetwear. Confira!

A Bathing Ape (Bape)

Projeto de maior sucesso e mais aclamado de Nigo, a Bape foi sua primeira aventura no mundo do streetwear, quando ele abriu sua própria loja no distrito de Harajuku, em Tóquio, no Japão. Até então, Nigo era um DJ e produtor, mas que tinha fortes conexões com o estilo das ruas, o que o fez entrar de cabeça na moda.

Nigo Bape

A Bape tinha uma estética muito característica, com um camuflado diferenciado, que se misturava ao logo da empresa, uma cabeça de gorila. Essa padronagem fez sucesso no Japão, popularizando rapidamente a marca no mundo inteiro e fazendo a Bape despertar a atenção de vários rappers.

Foi por meio do hip-hop que Nigo popularizou a Bape e deu início a uma nova era do streetwear, em que as peças tinham grandes estampas e uma estética mais divertida e bem adolescente. Nigo cresceu muito com a Bape, que atualmente tem lojas em todo o Japão e também nos Estados Unidos, vendendo, entre suas peças, o icônico moletom shark hoodie.

Billionaire Boys Club (BBC)

A BBC é outro grande sucesso em que Nigo esteve envolvido. Essa marca foi criada em parceria com outra figura que teve um papel muito importante no streetwear nos anos 2000: Pharrell Williams. O músico conheceu Nigo quando visitou seu estúdio para gravar algumas músicas.

Nesse encontro, após perceberem que tinham interesses em comum, Pharrell e Nigo encaminharam a fundação da BBC, que ganhou o mercado em 2005. Criaram ainda uma sub-marca, a Ice Cream, que no início era voltada para o skate e contou até com um time de atletas.

Billionaire Boys Club (BBC) Nigo

A BBC e a Ice Cream seguiam uma estética bastante parecida, com camisetas com seus respectivos logos, jeans com qualidade japonesa, bonés e os tênis de skate.

A BBC, juntamente com a Bape, era uma das marcas de streetwear mais aclamadas na época de seu lançamento e nos anos seguintes, o que mostra como Nigo é uma personalidade importante para a cena.

Human Made

Projeto paralelo de Nigo, a Human Made era uma marca bastante diferente da Bape e da BBC. Nesse projeto, o estilista buscou algo mais sério, em peças que tivessem uma qualidade mais trabalhada e uma estética mais adulta. Roupas para o dia a dia urbano, mas sem carregar uma aparência tão streetwear.

Human Made Nigo

Criada em 2010, a Human Made tinha uma pegada mais vintage, com peças com aparência envelhecida, sempre com tons mais terrosos e calmos, bem diferente das cores impactantes de suas outras marcas. Ela teve alguns anos de poucos holofotes, até retornar com força total e colocar coleções bem consistentes no mercado a partir de 2016.

Independentemente sob qual bandeira, Nigo sempre esteve à frente de grandes projetos e fez seu nome revolucionando o cenário com as marcas de streetwear que ajudou a fundar. Atualmente, ele dedica-se somente à Human Made, após deixar a BBC e sair da direção criativa da Bape, em 2013.

Curtiu saber mais sobre esse gênio do mundo da moda de rua? Você pode receber outros conteúdos como este diretamente no seu e-mail. Basta assinar a nossa newsletter!

Você também vai gostar: