Muitos de nós temos a intenção de fazer um trabalho voluntário, mas por estarmos tão imersos em nossas rotinas corridas, nossos problemas, nossos desejos, acabamos deixando a ideia de ajudar o próximo sempre em segundo plano.

A boa notícia é que existem milhares de opções por aí! Pra quem tem tempo de sobra, pra quem só tem alguns finais de semana, pra quem ama cachorro, gato, criança, pra quem tem estrutura emocional pra fazer as pessoas sorrirem em hospitais e pra quem prefere ajudar a melhorar as áreas urbanas da cidade. Há opções até para os que realmente não tem tempo, mas podem ajudar financeiramente. Vamos a elas?

Urbanização

É impressionante como a revitalização de uma área comum pode mudar a dinâmica de um bairro! O Praças é um exemplo disso. A plataforma busca revitalizar praças nos bairros de São Paulo a pedido dos próprios moradores.

Qualquer pessoa pode criar uma campanha online para arrecadação de fundos e após estudos e projetos, inicia-se o trabalho de forma colaborativa, ou seja, os vizinhos colocam a mão na massa também! E isso é incrível pois reforça o valor que as pessoas dão para aquele pedacinho verde que ajudaram a transformar. Além dos espaços ficarem mais agradáveis e a convivência dos moradores mais próxima, a mudança também traz mais segurança para o bairro.

E assim foi o #resgatedaquadra no #projetopraças

A post shared by Praças (@pracas.com.br) on

Outra entidade incrível relacionada com a urbanização é o TETO, uma organização internacional que atua em diversos países da America Latina e no Caribe. O foco deles é ajudar a transformar comunidades extremamente carentes através da construção de moradias e melhoria dos espaços públicos, além de projetos educativos e culturais para a população da região.

Embora eles foquem no recrutamento de jovens para o voluntariado, qualquer pessoa pode se candidatar, desde que se comprometa com uma frequência regular durante o projeto.

Trabalho voluntário com animais

Pra quem é apaixonado por animais não tem coisa melhor do que separar umas horinhas da semana para fazer vários deles felizes! Desde que comecei a voluntariar num canil, minhas sextas-feiras tem sido mais significantes! Eles tem tanto amor pra dar! E em troca querem só um pouco de atenção e carinho. ♥

Trabalho voluntário com cachorros

O Centro de Controle de Zoonoses em São Paulo promove todos os domingos de manhã a “Cãominhada“, um evento onde monitores e voluntários passeiam com os cães que estão na entidade a espera para serem adotados. É preciso ser maior de 18 anos e seguir algumas regras definidas pela associação para segurança dos cães e dos humanos.

Outra opção na capital paulista é a  ONG Patas Therapeutas que faz um trabalho lindo levando animais de estimação e seus tutores para participar de sessões de atividades assistidas em hospitais e associações responsáveis por crianças e idosos.

Trabalho voluntário com cachorros

Esse é um método que comprovadamente apresenta resultados positivos tanto para os pets quanto para os humanos. Os pacientes expostos a esse tipo de tratamento liberam endorfina durante o processo, ficando assim mais relaxados e então apresentando significantes melhoras físicas e mentais.

Ah, e se você não tem um animal de estimação pode ser voluntário mesmo assim, auxiliando a visita de outros tutores.

E o que falar de projetos fofos como esse do Humane Society of Missouri, nos Estados Unidos, onde crianças foram convidadas a ler para cãezinhos abandonados. O objetivo é ajudá-los a desenvolver um melhor relacionamento com os humanos e assim ter mais chances de serem adotados!

Se quer fazer um trabalho voluntário com cães e gatos, procure abrigos para animais abandonados em sua cidade, muitas vezes eles não tem gente suficiente trabalhando e a ajuda de voluntários faz toda a diferença!

E vale lembrar que não financiar empresas que maltratam os animais como alguns zoológicos, oceanários, parques e circos já é uma grande ajuda! Ah, e pensando em moda, sermos consciente com o nosso consumo e priorizar roupas sustentáveis, também são ótimas iniciativas.

Trabalhar como voluntário em Hospitais

Muitos de nós rimos e choramos assistindo Patch Adams – O amor é contagioso. E a melhor parte é saber que o filme é baseado em uma figura real, que inspirou muita gente e foi o incentivo de uma geração de “médicos-palhaços”!

O personagem interpretado por Robin Williams faz referência ao Dr Hunter Patch Adams, um norte-americano que instituiu o conceito de humanização hospitalar e até hoje luta, com seu jeito irreverente, por um mundo melhor. Embora o médico critique o filme em alguns aspectos, a forma sensível e criativa com que aborda os pacientes é nele retratada.

O vídeo abaixo mostra a edição do programa Roda Viva de 2007 em que participou como convidado.

Aqui no Brasil os Doutores da Alegria são provavelmente os médicos-palhaços mais conhecidos. Eles levam artistas profissionais para alegrar o dia de crianças e funcionários em hospitais em São Paulo, Recife e Rio de Janeiro.

No caso deles não é possível atuar como voluntário, mas você pode ajudar com doações, comprando os produtos deles na loja online ou sendo um sócio da alegria, com mensalidades a partir de R$30,00.

Mas, pra quem tem o sonho de poder fazer a diferença na vida de pessoas em hospitais, nem que seja por alguns instantes, há inúmeras entidades semelhantes ao Doutores da Alegria que aceitam amadores como voluntários. Uma delas é a Operação Conta Gotas, onde os voluntários participam de um treinamento para se tornarem “Doutores Sorrisologistas”.

Só dói quando eu dou risada, doutor! Feliz Dia do Pediatra ♥️ Marca aqui o seu pediatra preferido ? #doutoresdaalegria #diadopediatra

A post shared by Doutores da Alegria (@doutoresdaalegriaoficial) on

Trabalho voluntário com o meio ambiente

A preservação do meio ambiente talvez seja um dos assuntos mais sérios a serem discutidos. E apesar de tão importante, muitas vezes as informações ficam vagas e ficamos um pouco perdidos em como fazer algo para mudar. O planeta está pouco a pouco sendo destruído pelas mãos dos homens, e é dessas mesmas mãos que devem vir as soluções.

Além das pequenas ONGs, existem as gigantes que todos conhecemos. O Greenpeace atua internacionalmente com ações focadas na preservação do meio ambiente. Suas campanhas são sempre bastante impactantes e ganham força com protestos, abaixo-assinados e o trabalho dos ativistas espalhados pelo mundo.

Over the ruins of a school in Bento Rodrigues district, Greenpeace activists and around one thousand people from MAB (Brazilian Movement of Dam-Affected People) ask for justice for the 20 people that lost their lives and for thousands affected by the toxic mud created by Samarco, Vale and BHP mining companies. One year after Fundão barrage collapsed, destroying the Doce River basin, the companies haven’t done much to repair all the damage they’ve caused.
In the week preceding the activity, independent studies presented by Greenpeace at the Rio de Gente Seminar showed how the toxic waste mud still cause great social and ambiental impacts on Doce River and all those that depend on it.
#Brazil #Toxic #Mud #Disaster #MAB #Greenpeace #Lives #Activism #BentoRodrigues #Mariana #MinasGerais #RioDoce #MG #ES #BR #BRA #PicOfTheDay #Protest #Pacific

A post shared by Greenpeace Brasil (@greenpeacebrasil) on

A WWF segue a mesma temática do Greenpeace, direcionando suas ações para as questões ambientais e a conservação da biodiversidade no planeta. Algumas de suas propostas no Brasil são voltadas para a preservação de animais em risco, entre elas a adoção simbólica de espécies como a Arara-Azul e o Boto-cor-de-rosa.

Trabalho voluntário pelo mundo

Para os apaixonados por viagem que querem fazer um trabalho voluntário, boas notícias! Hoje cresce a cada dia o número de programas de voluntariado pelo mundo para turistas e viajantes. A prática ganhou até um termo, “volunturismo“!

É uma forma econômica (mas nem sempre) e humanitária de fazer um viagem diferente, onde você vai mergulhar na realidade do destino por trás dos badalados pontos turísticos, vai interagir com os locais, conhecer suas necessidades e poder fazer a diferença na vida deles e na sua!

Já são muitas as agências que oferecem programas de voluntariado pelo mundo, entre elas a Central de Intercâmbio, a Iko Poran e a Volunteer World. A viagem é paga, mas em alguns casos são oferecidos acomodação e alimentação.

Uma das vertentes que mais vem crescendo é o trabalho voluntário em fazendas orgânicas. Saiba mais sobre esse tipo de trabalho no site da WWOOF.

#Volunteering creates #memories #forever! ? ? ?

A post shared by Volunteer World (@volunteerworld_com) on

A ONU tem opções de voluntariado em que podem oferecer alguma ajuda de custo. No caso do programa para jovens (entre 18 e 29 anos) podem também pagar pelas passagens e outros custos básicos. Mas em geral eles pedem que os voluntários tenham alguma experiência na área em que vai atuar, formação superior e conhecimento de línguas como Inglês, Francês e Espanhol.

Para quem não tem a possibilidade de sair do país ou mesmo ajudar pessoalmente em sua cidade, pode apoiar online. Se você for designer gráfico por exemplo, pode ajudar criando peças para as campanhas. Se é bom com línguas, pode se oferecer para traduzir documentos… Há oportunidades para diversas áreas! Veja aqui todos os projetos disponíveis.

Quer saber mais sobre as opções de trabalho voluntário na ONU? Clique aqui!

O voluntariado também é uma ótima opção pra quem escolhe morar fora. Ajudar em eventos culturais, lojas que revertem o dinheiro para caridade, abrigos de animais e tantas outras opções é uma forma de ter contato com os locais, praticar o idioma e ainda voltar com boas lembranças!


Pode parecer clichê, mas fazer trabalho voluntário é extremamente recompensador! Você troca algumas horas da sua vida para de alguma forma fazer o bem e no final percebe que ganhou muito mais com isso do que qualquer remuneração financeira.

Como dizia o Profeta, gentileza gera gentileza!

Trabalho voluntário - Gentileza gera gentileza

E você, faz algum trabalho voluntário? Gostaria de fazer? Tem uma ONG? Compartilhe e divulgue aqui nos comentários! 🙂

Se você gostou desse post, pode conferir vários outros conteúdos no meu blog pessoal, o Quero Ir Lá